Eu e a pilosidade facial que escolho ou não deixar crescer.
22.6.09

Um grande bárbaro com a minha idade ensinou-me algo muito importante há pouco mais de uma semana. Mais do que uma questão de aparo, manter uma barba saudável e apresentável é uma questão de penteio. Esse conselho mudou a minha vida.

link do postPor A minha barba, às 02:43  ver comentários (1) comentar

14.6.09

Joaquin Phoenix, Zach Galifianakis called. He wants his fucking Zach Galifianakis back...Now I know how Yakov Smirnoff felt when he saw Borat. - Zach Galifianakis

 

Alguém me perguntou: "Então e a barba do Joaquin Phoenix?" E o problema reside precisamente aí. Não, não, não e não. Ora, eu não me identifico com o Joaquin Phoenix. Ou melhor, não me identifico com a barba dele. E o objectivo disto tudo é encontrar barbas com as quais me identifique, barbas que invejo, barbas que gostava de ter, etc. Isso não acontece com o Joaquin Phoenix. Não aprovo a barba dele. Não gosto. Não quero ter uma igual. Por isso não vale a pena imortalizá-la aqui. Até porque toda a gente a conhece.

 

link do postPor A minha barba, às 22:14  comentar

11.6.09

 

Mesmo que já tenha aparecido por aqui, era só uma desculpa para publicar esta fotografia do mestre com os Clipse. Nunca é de mais relembrar o monumento que é a barba do Rick Rubin. É uma das maravilhas do mundo moderno. E não é por nada, mas a barba dele é parecida com a barba que o Terry Gilliam, como membro dos Monty Python, desenhou a Deus. Estou só a atirar isto para o ar, não estou a dizer que há uma relação entre os dois.

link do postPor A minha barba, às 23:12  comentar

Não é obrigatório, mas quando se é careca ter uma barba faz maravilhas. O grande David Cross, por exemplo. Uma barba aparentemente simples que diz tanto. E, ao contrário do bigode dele, não resvala para o humor.

link do postPor A minha barba, às 20:18  comentar

10.6.09

 

Muito, muito bem. Veria muito mais vezes o House se fosse sempre assim.

link do postPor A minha barba, às 03:38  comentar

6.6.09

Tudo no sítio. Gosto muito. Um dia destes tem de entrar para aqui o Philip Seymour Hoffman, um caso sério de um actor que fica sempre bem qualquer que seja a pilosidade facial que escolhe.

 

link do postPor A minha barba, às 21:34  ver comentários (1) comentar

Outra das barbas dele. David Eldestein sobre ele na New York:

 

When we talk about an actor being “hip,” it’s often subjective: He or she embodies what we’re not but on some level long to be. To me, David Carradine was the apogee of hipness: not my favorite actor, not even in the top 50, but my existential hero, and a man who looked like he got laid a lot — a sort of B-movie Jack Nicholson. 

 


link do postPor A minha barba, às 00:36  comentar

5.6.09

 

Estamos a falar de um homem que com pouca barba faz milagres. Não precisava de ter uma barba tão comprida. Mas tem. E é isso que mais interessa. Sim, eu lembro disto, mas esta nova barba é completamente diferente, mais esticada e esguia. Bravo, Sr. E, bravo.

tags: ,
link do postPor A minha barba, às 22:20  comentar

 

Simples, bonita e expressiva.

link do postPor A minha barba, às 19:27  ver comentários (2) comentar

4.6.09

 

Uma singela homenagem ao actor. Aqui está ele com uma boa barba no final dos anos 70.

link do postPor A minha barba, às 16:56  comentar

 

Pois. É um bocado (muito) por aqui. A sério.

link do postPor A minha barba, às 02:45  comentar

1.6.09

 

E depois as barbas nunca mais voltaram a crescer. Mas eram bonitas.

link do postPor A minha barba, às 11:32  comentar

 
mais sobre mim
Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


arquivos
2009

subscrever feeds
blogs SAPO